Cariocas no Canadá

Translate

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Sir Lancelote se foi.




Com a veterinária dele Lissa em consulta de rotina

Hoje encerrou-se mais um ciclo em nossas vidas;Lancelote,nosso cachorro e companheiro de jornada descansou após sua vida intensa e movimentada de quase 13 anos.

Na raça dele a média de vida é de 10 a 12 anos e ele estava com 12 anos e 8 meses.
Ele era leonino,nascido em 02 de agosto de 1998.
Nascido em Niterói,passou a infância e parte da vida adulta em Nova Friburgo.
Morou em Joinville,SC por 5 anos e estava aquí conosco desde nossa chegada em 12/11/2008.

Quero dizer aquí que jamais pensamos que poderia existir um cachorro tão bom como ele.
Tudo que vivemos com ele,todos os sacrifícios feitos para traze-lo,as dificuldades em alugar um apartamento a distância que o aceitasse por conta de seu tamanho,o aluguel muito mais caro que pagamos por isso,as cirurgias que ele passou,tudo,mas TUDO mesmo faríamos de novo pq ele era simplesmente MARAVILHOSO pra gente.

Algumas pessoas tinham ''peninha''dele viver num quarto esses anos aquí no Canadá,eu entendo,mas elas não tem talvez a noção de que era a única forma de tê-lo conosco por causa dos gatos.
No Brasil morávamos em casa com quintal e não precisávamos trazê-lo para dentro no inverno.Aquí tudo é diferente e os gatos tinham a mesma importância em nossas vidas.
Portanto a outra opção(deixa-lo no Brasil com estranhos),não era opção para nós.
Garanto que ele era feliz conosco,saía 2x por dia,caminhava e o mais importante:estava do lado do paizinho dele que é meu marido.
A paixão dele era algo muito lindo de ver,as vezes sentí ciúmes até!
Até agora no último minuto era pra ele que seu olhar se dirigia.
O que é o amor puro e verdadeiro se não o que nós sentimos por nossa família?
Seja ela humana ou animal.

Bom,estou aquí para mais uma vez dizer que vale a pena trazer seus amiguinhos do Brasil,não liguem se disserem que é difícil,não se importem de gastar mais por isso.
Acreditem em mim,vale a pena!!!
Outra coisa,Deus ajuda muito quando a gente respeita e cuida desses nossos irmãozinhos que são tão dependentes da gente.Jamais nos faltou nada para que pudéssemos cuidar dele,seja aquí ou ainda no Brasil.

Deixo umas fotos dele com vcs!
Aos 3 anos em Friburgo-RJ


Aos 11 em Montreal

Aos 2 anos em Friburgo


Aos 12 anos

Me sinto imensamente feliz e com o coração em paz por ter estado ao lado dele por esses quase 13 anos.Na alegria e na tristeza.

20 comentários:

  1. Lindo o post sobre o Lancelote Patinha...mas é impossível não se emocionar e sentir um aperto aqui dentro do peito né?
    Vc sabe como é...tenho um amor muito grande por esses anjos de quatro patas!
    Amor e gratidão por eles sempre, eternamente!!
    Bjs iluminados para vcs!

    ResponderExcluir
  2. que fofura de roupinha!!!! haha :) Sim, vale a pena mesmo todo esse cuidado e amor que temos pelos bichinhos!!!! :) Quem critica não sabe o que é amor!

    ResponderExcluir
  3. Que peninha...
    Ele era bem bonito, me lembra o Frodo, que agora esta com 8 anos.

    De qualquer forma sucesso e força pra vcs..

    Bianca e William

    ResponderExcluir
  4. Sinto muito mesmo.
    Fizeram todo o possível para dar uma vida longa e ótima pra ele.

    ResponderExcluir
  5. Ele morreu de velhice ?

    Muito linda a historia de Lancelot, tenho certeza que ele foi muito feliz nestes 13 anos....
    bjs
    Helena

    ResponderExcluir
  6. ... sentimos muito... estamos muito tristes... grd beijo pra vcs.

    ResponderExcluir
  7. Brasileiros em Quebec,sim,ele morreu de velhice como escreví no início da postagem a idade dele e a média de vida da raça dele.
    Obrigada a todos pelo carinho e peço que não fiquem tristes pq nós estamos bem de verdade.
    Estamos experimentando uma paz enorme por termos tido o privilégio de ter agido certo com ele desde o dia em que o compramos num canil de Niterói até o dia de hoje quando ele se foi.
    Bjs a todos e obrigada pelas palavras de carinho.
    Patinha e família.

    ResponderExcluir
  8. Nossa... sinto muiito mesmo... :/
    perdi minha cachorrinha de 15 anos há poucos meses atras... e a dor eh muito grande...
    Tenho mais duas cadelinhas, cada uma com 5 anos.. e por mais que TODOS me digam que nao vale a pena leva-las pro Canada comigo, eu JAMAIS as deixaria aqui... elas sao parte da familia.
    Com certeza o Lancelote foi muito feliz ao lado de vcs. E por ter a oportunidade de conviver com uma familia que o amou verdadeiramente até o último minuto.

    ResponderExcluir
  9. O Pati, sinto muitíssimo por vcs. Já passei por isso algumas vezes, e sei o quanto é doido.
    Deus abençoe vcs pelo carinho que têem com os bichinhos de vcs.
    bjs

    ResponderExcluir
  10. Puxa vida Pati, sinto muitíssimo!! :(
    Que ele descanse e que vcs fiquem bem. Sei como é dolorido ter um companheiro assim, partindo.

    Abraço pra vcs!!

    Bia.

    ResponderExcluir
  11. Oi Patinha!
    Sinto muito pelo Sir Lancelote! Acompanho seu blog desde o início e posso confessar que uma das coisas que fizeram me identificar com vcs foi os posts sobre o Lancelote. Esse amor por esses anjos que nos dão muito mais do que nós podemos fazer por eles. Tenho certeza que de onde ele estiver, estará ajudando a iluminar o caminho de vocês! Parabéns pelos quase 13 anos de amizade! Grande beijo,
    Zuzu.

    ResponderExcluir
  12. Patricia,Marcelo e Marcela
    Sentimos muito pela perda de vcs!!!Sabemos o quanto vcs gostavam dele e a falta que ele vai fazer!!!
    bjo grande e um abraço forte e muita força

    ResponderExcluir
  13. Queridos amigos,obrigada mais uma vez pelo carinho de vcs.
    A dor maior foi mesmo de ve-lo adoecer,não conseguir caminhar,comer..agora temos sentido falta dele na nossa rotina em casa,no dia a dia.
    Ontem mesmo estava ventando e eu pensei que talvez pudesse estar entrando friagem por baixo da porta da varandinha do quarto dele e que eu deveria pôr um pano para vedar melhor e ele não sentir frio pois desligamos o aquecimento de casa.Então caiu a ficha de que ele não estava mais aquí conosco.Isso é algo que vai acontecer ainda por um tempo pois foram muitos anos juntos e a gente demora a acostumar.
    Nossa filha ainda espera que Honney apareça pra dormir na sua cama no meio da noite.Esses nossos amores se foram mas deixaram saudades com certeza.
    Bjs pra vcs todos!

    ResponderExcluir
  14. Que pena!

    Mas que bom que ele teve o amor de voces durante todos estes anos.

    Deus os abencoe e de saude e longa vida!

    ResponderExcluir
  15. olá! q triste... tbm sou apaixonado por cães, temos 4 em casa e já sofremos com a perda de outros 2, envenenados... enfim, tantas histórias. saiba q seu Lancelot está bem e olha por vcs! um forte abraço!

    ResponderExcluir
  16. Patinha, só vi agora. Sinto muito, muito mesmo. Lembrar de vcs e do seu Lancelote sempre me deram força para esperar poder trazer meu Lancelote e meu Merlim. Fiquei muito triste agora. Olhos cheios de lágrimas.
    Finalizo a mensagem com uma boa notícia: finalmente irei buscar meu Lancelote e meu Merlim. Volto com eles dia 27 de julho, por Montreal. E, consegui um apt que os aceite. Como vc disse é mais dificil, é mais caro, mas vale a pena demais!

    Um abraço apertado.
    Manuela

    ResponderExcluir
  17. Uma história linda de vcs!Me emocionei...Abraço e força!

    ResponderExcluir
  18. Oie!!! É isso ai... Comecei a ler seu blog agora, e claro, ja fui direto nos posts sobre cachorros! Temos dois pequenos e todo mundo nos pergunta, ué, vai deixas os cachorros com quem? Nos olhamos e rimos, e a resposta é sempre a mesma, eles vaom com a gente até pra china sefor preciso! Nao deixo meus pequenos por nada neste mundo! Bjaoo

    ResponderExcluir
  19. Tenho vontade sair do Brasil e, confesso, o grande obstáculo atual são minhas 3 gatas. Pesquisando em blogs achei o de vcs e me dá um alívio (por um lado) saber que é possível levá-las, apesar do trabalho que deve dar (emocional, burocrático e financeiro), mas eu tb não as deixaria por nada!

    ResponderExcluir

A melhor resposta à calúnia é o silêncio. (Ben Jonson)